Navegando "Autoconhecimento"

Aprendendo a ser Mãe de si mesma

A MÃE INTERIOR

Na mitologia grega, a deusa Deméter personifica o arquétipo da mãe. Conhecida como Ceres na mitologia romana, a deusa do cereal é a mãe receptiva, amorosa e nutridora. É a deusa que encoraja, motiva, acolhe, persevera, cuida, afaga, abraça, doa, alimenta e compartilha com ternura, altruísmo e profundo amor maternal.

[leia mais]

O antídoto da irritação

Todo mundo já deve ter tido um dia mal-humorado, em que se sentiu irritado e tudo parecia dar errado. Dia assim, meio nublado, em que tudo incomoda e parece difícil sair dessa sintonia.

O carro quebra, você está atrasado, derrubam café na sua camiseta, cortam a sua frente no trânsito, você estraga a unha que acabou de pintar, acorda com o barulho da furadeira do vizinho que está em reforma…
Ou então… Simplesmente você se irrita com alguém: com o namorado, por algo que ele fez… Ou com o marido, por algo que ele deixou de fazer. Talvez você esteja se aborrecendo consigo mesmo, e nesses dias o mundo parece uma bola cinza.

[leia mais]

A letra das pessoas

Recentemente iniciou no Instagram um movimento incentivando que as pessoas compartilhassem as suas letras.

Pelo que eu li, começou com alguém divulgando uma lista de compras feita à mão (confesso: as minhas listas de compra são TODAS feitas à mão, não consigo me adaptar ao bloco de notas do celular!!) e uma reação em cadeia espalhou a escrita cursiva pelo Instagram e Facebook.

[leia mais]

fev 11, 2015 - Autoconhecimento    2 Comments

Coisas da Vida

Minha “Igreja” é a Natureza. Minha “Religião” é o Amor.

Nossa vida é uma grande aventura, repleta de desafios, descobertas, superações, realizações. Há momentos mágicos de alegria, diversão, entusiasmo e plenitude… Mas muitas vezes não é fácil estar nessa jornada… Há as pedras no caminho, tropeços, dúvidas, decepções….

[leia mais]

jan 19, 2015 - Autoconhecimento    Sem comentários

Escolher é preciso

De uma hora para outra, tudo pode mudar;
Planejamos nossa vida, contamos com o amanhã.
Mas os ventos podem mudar, e nos levar, e nos trazer…
Nosso caminho não é uma reta, tampouco uma curva.

Mas tem subidas, descidas, lombadas, paradas, túneis, buracos, pedras, muros e pontes.
Quantas vezes nos vemos numa encruzilhada.
Encurralados pelas dúvidas, somos convidados a decidir.
E isso, ninguém pode fazer pela gente: tomar decisões.
Escolhas são pessoais e intransferíveis.

[leia mais]

Páginas:«1234