Eu e o Tempo

 

Como é a sua relação com o Tempo? Segue abaixo uma poesia reflexiva e um exercício de escrita terapêutica que faz parte do Caderno do Eu:

Há o tempo do relógio e há o tempo do sentir.
Há o tempo de chegar, e o tempo de partir.
Doce tempo infinito, que é Tudo para mim.
Sem ponteiros. Sem horários. Sem início e sem fim.
O tempo de contar, o tempo de amar.
Tempo que não sei mensurar.
O tempo que não cabe no relógio, tempo que não pode voltar.
A hora que é agora.
Sempre presente.
O tempo que é vida.
O tempo do coração, o tempo da mente.
O tempo e o espaço…
Formam um bonito laço.
Mas sei que tem mistérios
Bem além deste compasso.
Ganhei um Presente:
Um tempo
Vazio e pleno
Vou preenche-lo de Vida, bem bonita!
Não escuto mais batidas de relógios, só vivo com as batidas do meu coração, que me lembra da Vida que me habita, que me preenche, que me escreve e revela minha missão.
Ao tempo, a minha gratidão. 🙏🏻 Gabriele Ribas #escritaautêntica #hojeescrevi

Para fazer o exercício de Escrita Terapêutica, Eu e o Tempo, clique  abaixo:

Caderno do Eu – exercício16 – eu e o tempo.

Para conhecer o E-book Caderno do Eu: 30 exercícios de escrita terapêutica para o autoconhecimento, completo, clique aqui.

Com carinho,

Gabi

GabiRibas

Gabriele Ribas é escritora, psicoterapeuta e coach de escrita; autora dos livros: Caderno do Eu, Caderno do Nós, A Rosa da Gratidão, Cartas Terapêuticas; e coautora dos livros Psicologia Positiva e Psicologia sem Fronteiras.

Tem algo a dizer? Deixe seu comentário