TPM – Tempo Para Meditar

 

Sabe aquele dia que você está irritada, com TPM, com vontade de ficar no seu cantinho, escondida, fugindo de alguma dor?
Aquele dia que parece que começou errado, que tudo te incomoda, e parece que você está sendo uma péssima companhia… Para você mesma.

 Dia assim, tentador se fechar em um universo paralelo e isolar-se de tudo e de todos.
Mas vem um anjinho e te sopra: A vida te espera! Vem!
Aí você se contorce, fica na dúvida, e algo mexe lá no fundo. Percebe que é hora de sair da zona de conforto, mesmo que isso seja apavorante e… Desconfortável.
Encolhida em lástimas, não iria muito longe.
Decide sair… Há oportunidades lá fora: pessoas, músicas, encontros, locais diferentes, sabores inusitados, vistas novas, toques de vida.
Dá um medo danado sair daquele sofrimento conhecido, mas você vai. Confia, e vai. Dá frio na barriga e borboletas no estômago… A cabeça chega a latejar. Será que isso vai dar certo?
Não importa – você diz.
Vou mesmo assim.
Preciso sair de mim mesma, ver o que me espera além da minha porta.
E vai…
E canta, e sonha, e dança, e vibra, e vê, e cheira, e degusta, e escuta, e toca, e sente… E tudo acontece… Mágica?!
Aquele dia nublado, ganha cor.
Aquele dia cinzento, ganha vida.
E você vive, livre e brinca, leve…
Percebe que tudo está certo. Que você é boa o bastante. Que o universo te acolhe do jeitinho que você é. Não precisa mudar nada, nem a TPM. Mas se você sorrir, tudo ficará mais belo.
E você gosta desta suavidade, desta harmonia.
Percebe que o paraíso está aqui mesmo, no momento presente.
Não havia nada de errado com você.
Você só não estava percebendo a quão abençoada é.
Recebe a dádiva, em profunda gratidão.
Gratidão.
Gratidão pela vida.
Gratidão por tudo.
Gratidão pelo anjo que sopra: A vida te espera. Vem!

Gabriele Ribas

 

1-2

3 comentários

  • Olá,
    Realmente sempre acho este dia deprimente ,triste dores e muita vontade de sair correndo…
    Matar um se me olhar cruzado…
    Mas nunca havia pensado além nossa viajei agora tão longe vou testar voltarei para contar minha experiência.

    Atenciosamente,
    Rosangela Sabino

    • Oi querida Rosangela! Seja sempre bem vinda aqui… e me conte sim, vou adorar saber a sua experiência!!!

  • realmente esses dias sentimos, um turbilhão de sensações . tenho toda a certeza que escrever liberta, cura transforma, amo escrever a gente consegui transmitir todos os nossos desejos sentidos e pensamentos é melhor muitas vezes do que o falar!

Tem algo a dizer? Deixe seu comentário